...o que a minha mãe me dava em miúda na noite anterior a qualquer evento especial para dormir melhor. ...o que de vez em quando ainda me dava jeito que a minha mãe me desse. ...um dos aromas que eu mais gosto. ...são reflexões que me assaltam.

30
Jan 14

Se ao menos houvesse um dia em que não sentisse saudades do mar...

 

Em dias cinzentos e chuvosos como o de hoje, estou sempre à espera de sentir o cheiro a maresia característico da minha terra, de ver as gaivotas a voar como loucas por cima da cidade e arrepiar-me com a nortada cortante e forte.

 

Mas uma pessoa chega à rua e tudo o que sente é um bafo quente e o cheiro a pó molhado. A rua alagada e nem uma gaivota para amostra. É mau.

 

E as saudades de Aveiro, da ria e da Costa Nova, acompanhadas por nevoeiro e nortada apertam até doer.

 

O que pode fazer um dia de chuva no deserto.

publicado por aguadeflordelaranjeira às 20:35
 O que é? |  O que é? | favorito

Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
25

28
31


arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO