...o que a minha mãe me dava em miúda na noite anterior a qualquer evento especial para dormir melhor. ...o que de vez em quando ainda me dava jeito que a minha mãe me desse. ...um dos aromas que eu mais gosto. ...são reflexões que me assaltam.

05
Nov 13
aquela impressao no estomago, que nao sao borboletas porque nao estou apaixonada, mas que me faz lembrar a vespera das excursoes da escola primaria onde um bando de miudos barulhentos e alegres iam encafuados num autocarro a feder a gasoleo e a cantar cada um para o seu lado \"uma gaivota voava voava\".
agora eh mesmo a proximidade de umas ferias bem merecidas na santa terrinha e a apresentacao de um trabalho num congresso internacional juntamente com a redescoberta de mim propria desaparecida durante tantos anos debaixo de escombros de estupidez.
comprei aqui agua de flor de laranjeira, mas nao sabe a que a mae me dava nem faz o mesmo efeito. nao sei se eh desta terra se eh mesmo porque cresci...
publicado por aguadeflordelaranjeira às 07:04
 O que é? |  O que é? | favorito

Novembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
20
21
22

24
25
26
28
29
30


arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO